r a i s s a l a b a n

BUGA BUGA | animação para fulldome

Em 2012 ingressei para o N.A.D.A. (Núcleo de Arte Digital e Animação da PUC-Rio), coordenado pela Cláudia Bolshaw e Marcos Magalhães. Nesta ocasião o NADA estava ingressando na segunda animação para o Planetário da Gávea, a partir do projeto Infinitum, porém desta vez, a produção era destinada a cúpula para projeções de 360º, a recém re-inaugurada Galileu Galilei. O desafio portanto era enorme, pois não tínhamos muita documentação de produção para fulldome aqui no Brasil e o processo para casar imagens em uma resolução maior que 3k (quase duas vezes full hd), unindo-as em sincronia em 6 projetores.. era de assustar. Porém, enfrentamos o desafio durante 1 anos e meio e hoje o Planetário já encomendou a continuação da produção do NADA diante excelente resultado que obtivemos.

BUGA BUGA é portanto o prólogo de animação onde um casal das cavernas e atingido por um asteróide e acaba conhecendo pelo espaço sideral o cão Vira Láctea, que os guiará por diferentes locais de um sistema solar imaginário. Em seguida no programa, o curta “Em uma Noite de Lua Nova”, coordenado pelo Gamba Junior, conta através de live action com fantoches de grande porte, a história de Alcimar, um menino de circo que tem medo do escuro. Assim, a animação do Buga Buga se passa na tv do garoto, inaugurando os primeiros 10 minutos de filme.

O Buga Buga é uma proposta mais lúdica de viagem interplanetária através de esportes, onde é possível, segundo o parecer pedagógico do João Alegria, que as crianças absorvam através da imersão na cúpula, questões relacionadas aos diferentes efeitos da gravidade, peso, atmosfera, diversidade planetária… dentro de uma abordagem bastante imaginativa.

Neste projeto tive grande liberdade de criação desde o roteiro, passando pelo storyboard, concept do casal das cavernas e direção de arte. Isso se deu pelo fato de ter ingressado no núcleo após meu projeto conclusão, o que me permitiu dedicar mais tempo ao desenvolvimento conceitual desse trabalho.

Pelo processo de animação para fulldome ser composto por diversas etapas técnicas, segmento desbravado pelo trio Rafael Drelich, Thiago Macedo e Hugo Benchimol, optamos por animar utilizando o mesmo programa que possibilita a distorção para um tela de cúpula, o After Effects. Com isso o recorte digital guiou a criação dos personagens para um viéis a partir de formas geométricas, visando exatamente essas articulações.

A partir do roteiro, pude pensar como seria a aparência destes lugares/planetas onde este ou aquele esporte ocorreria. Para isso, a partir do storyboard criei um sistema de direção de arte com moodboards, para que nossa equipe concebesse os cenários para cada aventura. Evidentemente que cada cenário imprime a abordagem estética de cada “nadense”, e por isso buscamos nivelar as diferenças muito destoantes nos estilos.

A questão do storyboard para fulldome é interessante, pois em qualquer exibição audiovisual comum, é possível trabalhar com os enquadramentos tradicionais,  utilizando simples cortes para “esconder” ou mostrar elementos na composição do quadro. Isso já é completamento diferente quando se tem uma visão de 360º de um cenário. Assim, busquei primeiramente interpretar para discos como seriam essas composições ao longo do storyboard, e percebemos ao longo dos testes semanais na cúpula, que existe um ponto de conforto onde não é preciso ter dores no pescoço de tanto girar a cabeça, o chamado sweet spot. Assim, consideramos através de um storyboard tradicional esses enquadramentos, e ao longo do processo, com o diretor de animação Thiago Macedo, pensamos como resolver essas transições e passagens cena a cena. Objeto de grande valia para o processo foi a “púcula”, um enorme semi-esfera de isopor para os testes dentro do próprio N.A.D.A.


Gostaria de agradecer e listar o nome de todos os envolvidos nesse trabalho de grande responsabilidade e grande retorno também: Antonia Muniz, Gustavo Fukumoto, Kiko Gasparian, Patrick Clark, Arthur Zozimo, Marina Lucena, Julia Lacerda, Kawe de Sá, Nathalia Passos, Jow Whitaker, Daniel Haubrichs, Hugo Benchimol, Fernanda Macedo, Francisco Guimarães, Thiago Macedo, Nicole Schlegel, Gabriel Franklin, Deya Muniz, Letícia Curi, Rafael Drelich e também a equipe do Ladeh, Gamba Junior, Humberto Barros, Alexandre Cherman, Marcos Magalhães e Claudia Bolshaw.


Para todos TUDO, para nós NADA!

Abaixo o link da página no facebook:

https://www.facebook.com/bugabugafulldome

Leave a Reply